Estamos FECHADOS no momento, abriremos no próximo dia útil às 08 horas.
Telefone de Contato

Atendimento

(18) 3583.1321 Segunda a Sexta
Das 08:00h às 16:15h

Programação de Eventos

Calendário de Eventos

Por ano Por mês Por semana Hoje Pesquisar Ir para o mês

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/rinopolis/www/libraries/cms/html/select.php on line 592
Independência do Brasil

Independência do Brasil é o feriado em que se celebra a emancipação brasileira do reino de Portugal. O Dia da Independência do Brasil se comemora no dia 7 de setembro de 1822, a data na qual foi dado o "Grito do Ipiranga".

As margens do riacho Ipiranga, hoje atual cidade de São Paulo, o então Príncipe Regente Dom Pedro I realizou o famoso grito: "Independência ou Morte" que simbolicamente representou que o Brasil deixava de ser colônia de Portugal, passando a ser uma monarquia.

Portugal veio a admitir a somente em 1825, após o pagamento de uma indenização de aproximadamente 2 milhões de libras.

Atualmente, no dia da Independência do Brasil as escolas promovem desfiles pelas ruas da cidade, enquanto os alunos cantam os hinos da Independência e do Brasil, também são realizados pelas forças militares brasileiras - marinha, exército e aeronáutica - apresentações, como desfiles militares em homenagem a soberania nacional.

 

Hino da Independência do Brasil

Letra: Evaristo da Veiga

Música: D. Pedro I

Já podeis, da Pátria filhos,
Ver contente a mãe gentil;
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil...
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil;
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns, ó brasileiro,
Já, com garbo varonil,
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.